TI

Mercado de TI e retenção de talentos

Empresas investem em capacitação e programas de valorização para manter profissionais de TI

O mercado de trabalho para profissionais de áreas tecnológicas relacionadas a Web continua em ascensão e não apresenta o menor indício de que vai estacionar ou regredir. De acordo com os mais recentes dados do IBGE, enquanto o Brasil registra uma taxa de 11,9% de desemprego, na área de TI chovem vagas e falta mão de obra qualificada. Consequência disso, a dor de cabeça é constante para empresas que seguem observando seus melhores talentos indo para oportunidades mais atraentes. Para evitarem que seus colaboradores sigam para outras instituições, gestores desenvolvem e investem em atrativos e planos de carreira.

Dentro desse universo que mais se assemelha a uma realidade paralela, programadores/desenvolvedores, web designers, analistas e demais especialistas do ramo de Internet seguem suas trajetórias de vento em popa. Este mercado é tão peculiar que contempla até os novatos com salários girando entre R$ 3 e 9 mil, dependendo da carreira.

Fica com a gente mais um pouquinho

Muitas vagas para poucos profissionais qualificados – esse é um mercado atípico, onde quem dá o ritmo são os trabalhadores. É comum uma pessoa desejar demais uma vaga, conseguir e depois de três meses partir para outra com salário mais atraente ou horário mais flexível em outra empresa. Sem falar que mudar de setor também é normal quando o assunto é tecnologia.

Uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Gartner, em 2022, apontou que apenas 29,1% dos trabalhadores da área têm intenção de permanecer em seus empregos atuais. Especificamente, na América Latina, os números indicaram uma taxa de 26,9% de profissionais que não pretendem continuar onde estão.

Por isso, organizações de todo o mundo estão apelando para a criatividade quando o assunto é reter talentos e/ou atrair os profissionais mais disputados. Algumas empresas de desenvolvimento de software, por exemplo, apostam em uma cultura empresarial mais inclusiva, no intuito de fomentar a permanência dos colaboradores. Investem, inclusive, em formação intensiva (para os profissionais que iniciam na instituição) e em capacitação imersiva para profissionais com mais tempo de contrato. Isso possibilita que pessoas recém contratadas sejam capazes de trabalhar em tarefas de diversas complexidades com suporte de todo o time organizacional.

Por outro lado, uma empresa especialista em desenvolvimento de tecnologias inteligentes para Telecom e gestão automatizada de faturas, investe em gamificação para bonificar seus colaboradores. A companhia desenvolveu uma espécie de rede social interna que premia e reconhece as melhores iniciativas de seus funcionários. Nesta rede, qualquer integrante da equipe pode postar e veicular o seu reconhecimento por outro colega de trabalho e os demais podem interagir gerando engajamento.

Os posts veiculados nesta rede também são acessados por gestores que podem premiar os colaboradores com pontuações que são trocadas por itens e experiências no marketplace da plataforma. Ações como essa contribuem para fortalecimento da cultura empresarial positiva, retenção de talentos e comunicação interna.

Por onde começar

Por esses e outros motivos, cada vez mais pessoas decidem atuar no ramo de TI. Os perfis de quem começa nesta área são bem variados. Não existe um padrão de idade, de gênero e muito menos de classe social. Pode ser a primeira experiência profissional de muitos ou um recomeço para alguns. O mercado é para todos e todas e a hora certa para começar pode ser agora.

Top cursos gratuitos para quem quer aprender a programar

Para te dar uma mãozinha nessa empreitada, nós do Curso em Vídeo – projeto de ensino de tecnologia a distância gratuito que existe desde 2013 – disponibilizamos cursos completos em vídeo, com novas aulas lançadas frequentemente. Mais de 1 milhão e meio de inscritos; mais de 1000 vídeos postados e alcance de milhões de pessoas por mês, esses são os números da plataforma do Curso em Vídeo na Internet.

Dentre os cursos grátis oferecidos estão: Construção de Sites com HTML5, Lógica de Programação, PHP, Java, Banco de Dados, Programação Orientada a Objetos, Word, Excel, Marketing Digital, Python e Hardware e muitos outros. O nosso objetivo é democratizar o estudo da tecnologia e provar que aprender programação ou qualquer outra disciplina técnica não é tão difícil quanto muitas pessoas pensam.

TOP cursos gratuitos de TI para desenvolvimento de carreira

Sim, por aqui os cursos são gratuitos e o aluno não paga para se inscrever e cursar. Caso opte pela emissão do certificado da capacitação, o Curso em Vídeo oferece duas maneiras para o estudante obter o certificado. O aprendiz pode comprar créditos avulsos para emissão de certificados ou tornar-se um apoiador e obter até 12 créditos anuais de certificados e outras recompensas como aulas e vídeos exclusivos, acesso ao site sem anúncios etc.

Para quem deseja ir além e ampliar os conhecimentos acessando conteúdos mais aprofundados e extensos, recomendamos o Estudonauta. A mesma qualidade de aulas com tutoria do professor Gustavo Guanabara por um valor acessível em plano mensal ou anual dando direito a certificados, acesso a todos os módulos, participação em fóruns de aprendizado e acesso antecipado a alguns cursos do Curso em Vídeo. Praticamente como funciona um streaming de filmes…só que de cursos de tecnologia!

Links Relacionados – conteúdos que podem ser do seu interesse:

Estudonauta – Cursos de tecnologia com tutoria
Seja um apoiador do projeto Curso em Vídeo
Canal Curso em Vídeo no YouTube
Apoio: Hostnet Hospedagem de Sites

Rolar para cima